Como fazer com que outras pessoas se identifiquem com você

Depressão? Sabia que você pode aperfeiçoar a aceitação da sua pessoa ou do que você está dizendo somente com gestos parecido com o de outras pessoas? O corpo revela muito da nossa personalidade e saber usar técnicas de aproximação e identificação pode fazer a diferença no seu dia a dia.

O espelhamento é um conceito da psicologia. É um processo comunicativo pelo qual uma pessoa provoca uma identificação por meio de gestos e ações semelhantes ao outro indivíduo.

Isso só é possível graças a nossa Programação Neolinguística (PNL), descoberta por dois pesquisadores americanos nos anos 1970, o linguista John Grínder e o estatístico Richard Bandler.

Para o professor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná Benedito José Calixto em seu artigo Relacionamento Interpessoal e a Programação Neolinguística , “PNL é quando você muda o que a pessoa sente, alterando os estados físicos, mentais ou de sentimento por meio da comunicação e da expressão”.

depressão

Isso ocorre pela união de vários fatores. O primeiro está relacionado com o Sistema Nervoso Central (SNC), composto pelo cérebro, cerebelo e medula espinhal. Quando nascemos os nossos sentidos como visão, audição, paladar tato e olfato vão pouco a pouco captando a realidade e registrando esses estímulos no SNC, produzindo marcas e formando o nosso Sistema de Crença e Valores (SCV).

Uma boa comunicação depende da qualidade dessas marcas. Em boa parte, alguns problemas psicológicos como depressão e crises de ansiedade decorrem da forma como alguma marca foi registrada na mente.

Talvez uma pessoa mais tímida com uma linguagem corporal mais introvertida, pode ter sido traumatizada. Ou uma pessoa mais agressiva com características de transtorno bipolar, também. Nem sempre conquistá-las será fácil.

Por isso a PNL é usada em várias ciências como psicologia, serviço social, marketing e principalmente no mundo empresarial. Mas também pode ser aplicada na rotina de qualquer pessoa.

 

Como fazer o espelhamento?

Profissionais que usam técnicas do espelhamento podem conseguir maior aceitação das suas ideias, vender algum produto, passar em uma entrevista, controlar a ansiedade e outras diversas situações.

Mas atenção! Não é copiar todos os gestos que a outra pessoa faz. Não é mímica. É espelhar as reações da outra pessoa de forma sutil e discreta para produzir um rapport, isto é, uma sintonia entre você e seu interlocutor.

Se o indivíduo que está na sua frente coça a cabeça, coloque a mão no queixo, se a pessoa coloca as mãos na mesa, também as coloque de outra maneira. Se a recrutadora falar alto e rapidamente, tente assimilar o tom de voz dela e velocidade.

Dessa forma você vai fazer com que o outro indivíduo se identifique com você, porque acionará o próprio SVC, e por processos psicológicos se reconhecerá nos gestos que estiver reproduzindo.

 

Veja 3 dicas para criar identificação com outras pessoas

 

1 – Fale no mesmo tom, intensidade e nível da pessoa que estiver falando com você.

2 – Ajuste a postura do corpo e a expressão facial semelhante à outra pessoa.

3 – Repita os gestos de forma discreta.

 

É importante lembrar que a utilização da PNL é só um mecanismo de fazer as pessoas entrarem em sintonia com você. Ela não é um tratamento para depressão, crises de ansiedade, transtorno bipolar e outros problemas psicológicos.

Se você estiver precisando de auxilio para tratar a depressão e quer saber mais sobre os sintomas da doença, procure um médico ou clínica especializada.

Em Curitiba, além da Apoio Clínica, que faz um trabalho de psicologia clínica e te ajuda a como tratar da depressão, existem outras, como a Psike Psicologia e o Núcleo de Psicologia Clínica de Curitiba.