Autismo: o que é mais importante, a natureza ou o meio ambiente?

O número de casos de Transtorno do Espectro do Autismo, vem aumentando ano a ano no mundo todo, sem que se saiba o porquê, desafiando profissionais da área de saúde.

Sabe-se que a causa do transtorno advém de múltiplos fatores, embora não sejam conhecidos de maneira clara, permitindo que teorias sobre causas e curas mirabolantes sejam “empurradas” sobre as famílias dos afetados.

 

autismo
Cada dia, médicos atendem um número maior de pessoas com autismo. Por que isto está acontecendo?

 

Uma doença tão enigmática e complexa, que apresenta múltiplas causas, dificilmente será curada por uma única intervenção, como que por “mágica”. Mas o fato de não ter cura, não significa que não haja tratamento, sendo o tratamento mais aceito está baseado na teoria comportamental.

Cientificamente comprovado, quanto mais cedo esse tratamento tiver início, melhor será o prognóstico a médio e longo prazo. A “janela de oportunidade” para que comece o tratamento, diminui consideravelmente após os três anos de idade, sendo uma oportunidade que não deve ser desperdiçada por medo ou ignorância.

Leia aqui a matéria completa. 

 

>> Google indica que brasileiros são mais tristes no inverno

>> 5 Sintomas menos conhecidos de Ansiedade