Simone Biles revela uso de medicamento para tratar TDAH

simone biles tdah

Simone Arianne Biles é uma ginasta profissional estadunidense, especialista na ginástica artística. Nas Olimpíadas Rio 2016, subiu ao pódio cinco vezes, conquistando quatro medalhas de ouro: salto; equipes geral; solo e individual geral e uma medalha de bronze na trave olímpica.

Recentemente Simone Biles revelou em sua conta oficial no Twitter que tem TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) desde criança: “Tenho TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) e me medicar para tratar isso não é algo de que preciso me envergonhar ou ter medo de as pessoas saibam. Lido com o problema desde que eu era criança. Por favor, saibam que sou a favor do esporte limpo, que sempre segui as regras e seguirei assim porque é decisivo no esporte e muito importante para mim.”

Biles se manifestou em seu Twitter após alguns dados da WADA (Agência Mundial Antidoping) terem se tornado públicos por terem sofrido um ataque cibernético. Simone Biles, foi uma das atletas envolvidas no caso.

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é uma transtorno psiquiátrico que promove a alteração de comportamento do indivíduo, sendo tratado farmacologicamente com o uso de psicoestimulantes. Lembrando que qualquer atleta que precise tomar essa medicação por sofrer de TDAH pode fazê-lo, desde que obtenha a Isenção de Uso Terapêutico, fornecida e entregue pela WADA, 30 dias antes de cada competição.

Leia a matéria completa aqui!

 

>> Esquizofrênia

>> Transtono Bipolar

LEIA TAMBÉM  TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo): como funciona?