Suicídios poderiam ser evitados com o diagnóstico e tratamento corretos

prevencao-ao-suicidio-setembro-amarelo

Neste sábado, é considerado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

Anualmente, mais de 800.000 pessoas cometem suicídio no mundo. De acordo com o Ministério da Saúde, em 2014, só no Brasil, foram mais de 10.600 casos, e de acordo com a coordenadora da Comissão de Combate ao Suicídio da Associação Brasileira de Psiquiatria, Alexandrina Meleiros, 98% desses indivíduos tinham transtornos mentais, como depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia e dependência de drogas,

Muitos são os fatores que podem funcionar como um gatilho para desencadear as crises provenientes dos transtornos mentais: dificuldades que vem com a velhice, crises financeiras, solidão, término de relacionamento, etc. Entretanto isso não significa necessariamente que a pessoa que foi diagnosticada com algum tipo de transtorno vai se matar, o transtorno é apenas uma das condições que levam ao suicídio, mas não é condição suficiente, de acordo com Alexandrina.

Para a especialista, nove entre cada dez suicídios, poderiam ter sido evitados com diagnóstico e tratamento corretos dos transtornos. Segundo Alexandrina, 70% das pessoas dão algum sinal de que tem pensamentos suicidas, contudo muitas vezes os sinais são banalizados. Quando alguém diz frases como por exemplo: a vida não vale mais a pena; queria desaparecer; entre outras frases que indicam que é melhor morrer, considere como um sinal de alerta.

Se alguém com quem você convive diariamente (colegas de trabalho, parentes e amigos) teve uma mudança de comportamento ficando mais triste, desanimado, passou a faltar ao trabalho, não tem o mesmo rendimento de antes ou evita atividades que antes considerava prazerosa, de acordo com a psiquiatra, isso pode ser indício de um quadro depressivo. Se você perceber esses sinais, não se omita, dê atenção, se disponha a ouvir e sugira acompanhamento especializado se for o caso.

LEIA TAMBÉM  Antidepressivo não vicia, não anestesia e não é pílula da felicidade

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz, grande parte das pessoas que tem pensamentos suicidas enfrenta uma doença mental que altera, radicalmente, a percepção da realidade e interfere no livre arbítrio. O tratamento da doença é a melhor forma de prevenir.

Leia a matéria completa aqui!

 

>> Depressão – Causas, Diagnóstico e Tratamento

>> Dependência Química