Transtono Bipolar, o que é?

O transtorno bipolar se caracteriza por fases de depressão e mania que se alternam e têm duração que pode variar entre dias a meses. O transtorno bipolar faz parte dos transtornos do humor dos quais pertence igualmente a depressão recorrente (transtorno unipolar).

Na fase depressiva, a pessoa que sofre do transtorno bipolar apresenta os mesmo sintomas que caracterizam a depressão: grande tristeza, mudança no apetite, mudança nos ciclos do sono (insônia ou dormir muito) e, além disso, pensamentos suicidas.

A fase maníaca pode ser caracterizada como um episódio de excitação patológico. A pessoa se torna eufórica e hiperativa, podendo apresentar delírios de grandeza e problemas comportamentais que são causados pela perda da inibição, que também é característica dessa fase.

 Fase depressiva do transtorno bipolar

  • Estado psicológico modificado em comparação com o funcionamento habitual.
  • Humor triste e depressivo.
  • Problemas de concentração e memória.
  • Perda do interesse e prazer pelas atividades habituais.
  • Ideias suicidas são frequentes.

 

Transtorno bipolar

A fase maníaca do transtorno bipolar

  • Diminuição na necessidade de dormir sem que isso acarrete cansaço excessivo.
  • Megalomania, ideias de grandeza e que podem levar a “projetos grandiosos”.
  • Aceleração do pensamento, grande fluxo de palavras.
  • Capacidade maior de comunicação.

 

Tipos

  • TRANSTORNO BIPOLAR TIPO I: os períodos de mania duram no mínimo sete dias e as fases deprimidas podem se estender de duas semanas a vários meses. Apresenta fases de mania e depressão mais severas, o que pode exigir internamento hospitalar.
  • TRANSTOTORNO BILOPAR TIPO II: há, nesse caso, uma alternância entre os estados de depressão e hipomania, que seria uma forma menos severa da mania. Nesse tipo não há um grande comprometimento do comportamento e das atividades do portador.
  • TRANSTORNO BIPOLAR NÃO ESPECIFICADO OU MISTO: quando não há duração suficiente dos sintomas para que o caso seja colocado dentro de uma das duas classificações anteriores.
  • TRANSTORNO CICLOTÍMICO: quadro leve do transtorno, que muitas vezes pode ser visto como parte do próprio temperamento da pessoa.
LEIA TAMBÉM  Traumas de infância interferem na saúde mental dos adultos?

 

Em Curitiba, a Apoio Clínica conta com profissionais altamente capacitados para diagnosticar e tratar casos de transtorno bipolar, inclusive para acompanhar o paciente, minimizando o risco de agravar a doença e desenvolver sérias complicações.

 

Para saber mais…

Transtorno mental que mais causa suicídios, bipolaridade lesa o cérebro [Folha], leia aqui.

Transtorno bipolar por Drauzio Varella, leia aqui.

Relato de uma pessoas que luta há 20 anos contra o transtorno [Gazeta do Povo], leia aqui.