Um transtorno psiquiátrico pode trazer benefícios ao paciente se bem canalizado

transtorno-psiquatrico

O TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) segundo a Associação Brasileira do Déficit de Atenção, é um transtorno neurobiológico de causas genéticas. Se caracteriza por sintomas de inquietude, desatenção e impulsividade. É o transtorno mais comum em crianças e adolescentes e a doença acomete cerca de 5% das crianças e adolescentes e 2,5% dos adultos.

Michael Phelps, por exemplo, tem algumas características comuns em pessoas com TDAH, e no entanto teve foco e persistência para conquistar 28 medalhas olímpicas durante sua carreira.

Essas características do TDAH, quando trabalhadas e bem canalizadas, podem trazer muitos benefícios ao paciente. No caso de Phelps, além do trabalho bem direcionado, há Debbie Phelps, a mãe que o auxiliou, organizando, estruturando e planejando os passos junto com o filho.

Para identificar um transtorno psiquiátrico é preciso procurar um profissional qualificado, que além de fazer o diagnóstico correto, irá orientar o paciente para que esse tenha o tratamento adequado ao seu caso.

Leia aqui o texto completo escrito por Luis Augusto Rohde, Professor Titular de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Professor da pós-graduação em Psiquiatria na Universidade de São Paulo.

 

>> Simone Biles revela uso de medicamento para tratar TDAH

>> Falando sobre Depressão