Tratamento para Ansiedade

Combater a Ansiedade
A ansiedade é uma reação normal que toda pessoa enfrenta diante de situações novas, gerando expectativa, dúvida e, em alguns casos, medo. Pode ocorrer quando se vai a uma entrevista de emprego, antes de passar por uma cirurgia ou no nascimento de um filho, por exemplo.

Normalmente, a ansiedade estimula a pessoa a agir e tende a prepará-la para o inesperado, favorecendo sua adaptação a novas condições, seja na sua vida pessoal, nos estudos ou ambiente de trabalho.

O problema é que para algumas pessoas a ansiedade é mais intensa, duradoura ou ocorre sem um motivo específico, caracterizando um Transtorno de Ansiedade, que pode prejudicar seriamente a qualidade de vida do indivíduo, interferindo diretamente no desempenho profissional, social e familiar.

Os Transtornos de Ansiedade atingem pessoas de todas as idades, sendo mais comum em mulheres.

Sintomas da Ansiedade

A ansiedade apresenta-se como uma preocupação excessiva ou expectativa exagerada, com motivos pequenos ou sem motivos aparentes.

Nos quadros de ansiedade também podem ocorrer fadiga, irritabilidade, tensão muscular, inquietação, dificuldade de concentração e insônia. Além disso, alguns pacientes apresentam sintomas físicos, como palpitações, tremores, sensação de aperto no peito, falta de ar, sudorese, tontura, dor de cabeça e muscular, náuseas, aumento da pressão arterial e medo exagerado.

Ler Mais

Pessoas com ansiedade excessiva têm dificuldade para relaxar, estão sempre com os nervos à flor da pele, passam muito tempo preocupadas e tendem a cobrar muito de si e dos outros, tanto no âmbito profissional como pessoal.

Comumente, esses sintomas físicos e emocionais costumam durar meses ou anos, causando impactos negativos na vida do paciente, que sente dificuldade em controlá-los.

Crise de Ansiedade: Entenda os Sintomas

Crises de ansiedade também podem ser relacionadas aos ataques de ansiedade. Estes, por sua vez, podem aparecer intensos e assustadores. Por eles poderem ser experiências poderosas, podem parecer que ataques de ansiedade estão fora do nosso controle. Aqueles que experimentam crises e ataques de ansiedade descobrem que podem ser experiências altamente desagradáveis. Mesmo assim, ataques de ansiedade e seus sintomas podem ser abordados com sucesso com a informação certa, ajuda e suporte. Ninguém precisa sofrer desnecessariamente.

Há uma longa lista de sinais e sintomas de um ataque de ansiedade. Mas porque cada corpo é quimicamente único, as crises de ansiedade podem afetar cada pessoa de forma diferente. Consequentemente, os sintomas variam de pessoa para pessoa em tipo, grau, intensidade, duração e freqüência. Se seus sintomas não coincidem exatamente com esta lista, isso não significa que você não tenha ataques de ansiedade. É só que o seu corpo está respondendo de forma ligeiramente diferente – por isso, sempre procure por profissionais qualificados para te ajudar.

Os sintomas de uma Crise de Ansiedade podem incluir:

  • Um sentimento de medo avassalador;
  • Sentimento de ficar louco ou perder o controle;
  • Sentindo que você está em grave perigo;
  • Sentindo que você pode desmaiar;
  • Uma onda de tristeza;
  • Uma urgência para escapar;
  • Tontura;
  • Palpitações cardíacas;
  • Tremores;
  • Sudorese;
  • Falta de ar;
  • Sentindo-se distante da realidade;
  • Fraqueza nos joelhos.
  • Entre outros.

Os sintomas de Crise de Ansiedade acima podem ser acompanhados por:

  • Sensação de asfixia, aperto a garganta, parece que sua garganta está fechando, parece que algo está preso na garganta;
  • Confusão;
  • Despersonalização (sentimento separado da realidade, separado de um eu, separado das emoções normais);
  • Derealização (sentir-se irreal, em um estado de sonho);
  • Tonturas e instabilidade;
  • Aflição emocional;
  • Incapacidade de acalmar-se;
  • Nó no estômago, estômago apertado;
  • Súbita vontade de ir ao banheiro;
  • Entre outros.

 

LEIA TAMBÉM  Tratamento para Esquizofrenia

Transtornos de Ansiedade

O padrão de comportamento característico dos transtornos de ansiedade, de acordo com grande parte da literatura científica, é a esquiva fóbica: na presença de um evento ameaçador ou incômodo, a pessoa emite uma resposta que elimina, ameniza ou adia esse evento. O que é diferente em cada um destes transtornos é a maneira como o evento experimentado é interpretado como ameaçador ou incômodo e/ou o tipo de resposta na qual o indivíduo se engaja de forma a produzir a diminuição do contato com o estímulo aversivo (fuga/esquiva). As respostas nesse processo podem ser classificadas topograficamente como respostas de evitação, verificação ou outras respostas repetitivas que pospõem ou eliminam temporariamente a ameaça da apresentação desse estímulo.

Ler Mais

Transtorno de Ansiedade Generalizada

O Transtorno de Ansiedade Generalizada (GAD) é caracterizado por uma preocupação excessiva e inadequada que é persistente e não restrita a circunstâncias particulares. Os pacientes apresentam sintomas de ansiedade física (como taquicardia e tremor) e sintomas psicológicos importantes, incluindo agitação, fadiga, dificuldade de concentração, irritabilidade e sono perturbado. O transtorno é comum e incapacitante; uma revisão recente de estudos epidemiológicos na Europa sugere uma prevalência de 12 meses entre 1,7% e 3,75% (sendo mais comum na idade avançada), e o comprometimento funcional associado é semelhante ao da depressão.

Transtorno de Ansiedade Social

A característica determinante do transtorno de ansiedade social, também chamada de fobia social, é a intensa ansiedade ou o medo de ser julgado, avaliado negativamente ou rejeitado em uma situação social ou de desempenho. Pessoas com transtorno de ansiedade social podem se preocupar com a atuação ou aparência visivelmente ansiosa (por exemplo, corando, tropeçando palavras), ou sendo visto como estúpido, estranho ou chato. Como resultado, muitas vezes evitam situações sociais ou de desempenho, e quando uma situação não pode ser evitada, eles experimentam ansiedade e angústia significativas. Muitas pessoas com transtorno de ansiedade social também experimentam sintomas físicos fortes, como uma freqüência cardíaca rápida, náuseas e transpiração, e podem sofrer ataques quando confrontados com uma situação temida. Embora reconheçam que seu medo é excessivo e irracional, as pessoas com transtorno de ansiedade social geralmente se sentem impotentes contra a ansiedade.

 

LEIA TAMBÉM  Tratamento para Parar de Fumar

Existem ainda outros transtornos em volta da ansiedade, como o Transtorno Obsessivo Compulsivo, o Stress Pós-Traumáticos e outras Fobias. Lembre-se sempre que esse diagnóstico e tratamento devem ser feitos por profissionais especializados – sempre mirando o bem-estar e melhora do paciente.

Tratamento para Ansiedade

O tratamento para ansiedade tende a ser feito com psicoterapia, realizada por um psicólogo ou um médico psiquiatra.

Em alguns casos, é recomendado o uso de medicamentos, que só devem ser utilizados sob orientação e prescrição médica e com o devido acompanhamento do profissional.

Ainda que o uso de medicamentos seja indicado para o tratamento dos transtornos de ansiedade, jamais se automedique! Sempre consulte um médico.

Muitas vezes o tratamento para ansiedade também envolve uma mudança no estilo de vida do paciente, com alterações em suas rotinas pessoal e profissional, equilibrando-as.

Embora os melhores resultados venham em longo prazo, a maioria dos pacientes já se sente melhor algumas semanas após o início do tratamento, conseguindo controlar melhor a ansiedade no dia a dia, sem prejudicar suas relações e rotinas pessoais e profissionais.

Para saber qual o melhor procedimento a ser adotado, é fundamental que a pessoa que sofre com ansiedade procure tratamento com profissionais altamente capacitados para lidar com o distúrbio e realizar um tratamento preciso e eficaz.

Sentimentos de frustração e nervosismo constantes podem ser sintomas de ansiedade

 

O diagnóstico individualizado e o estabelecimento do tratamento são feitos levando-se em consideração o histórico e estilo de vida do paciente, além de ser realizada uma avaliação clínica cuidadosa, com exames médicos complementares.

Caso enfrente problemas com ansiedade, procure uma clínica especializada em Curitiba, como a Apoio Clínica, e conte com o auxílio de profissionais para fazer o tratamento adequado ao seu caso, melhorando de forma significativa sua qualidade de vida.